• <menu id="weiim"><blockquote id="weiim"></blockquote></menu>
  • <blockquote id="weiim"><samp id="weiim"></samp></blockquote>
  • <s id="weiim"></s>
  • Português>>China

    Xi: Internet uma responsabilidade global conjunta

    Fonte: Diário do Povo Online    21.10.2019 10h12

    Huang Kunming, membro do Bir? Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e Chefe do Departamento de Comunica??o do Comitê Central do PCCh, fez o discurso de abertura da 6 a Conferência Mundial de Internet em Wuzhen, província de Zhejiang, no domingo (20). Foto: Zhu Xingxin / China Daily.

    Carta para conferência desdobrando revolu??o tecnológica e científica

    à medida que a Internet celebra o seu 50o ano, o presidente Xi Jinping encoraja os países a promoverem a governa??o global no ciberespa?o e a esfor?arem-se por construir uma comunidade com um futuro partilhado.

    é responsabilidade conjunta da comunidade internacional “desenvolver, utilizar e governar” bem a internet, de modo a melhor beneficiar a humanidade, disse Xi em uma carta de congratula??o à 6 a Conferência Mundial de Internet, que abriu em Wuzhen, província de Zhejiang, no domingo (20).

    Xi disse na carta que a internet, uma das maiores inven??es do século XX, mudou profundamente o modo de vida e produtividade das pessoas.

    Por causa da internet, uma nova revolu??o científica e tecnológica e transforma??o industrial vem sendo acelerada, e novas tecnologias, novas aplica??es e novas formas de negócio, como a inteligência artificial, grandes dados e a internet das coisas, est?o come?ando a se desdobrar, afirmou ele, acrescentando que a internet tem inaugurado um novo impulso e um espa?o mais amplo para o desenvolvimento.

    "O tema da conferência — “Inteligência, conectividade, abertura e coopera??o: constru??o conjunta de uma comunidade de futuro compartilhado no ciberespa?o”, é muito significativo, enfatizou Xi na carta. Ele incentivou os participantes a trocar ideias, compartilhar experiências, elaborar consensos e aprofundar a coopera??o.

    Os países devem seguir a tendência dos tempos, assumir a responsabilidade pelo desenvolvimento, enfrentar desafios e riscos, promover conjuntamente a governa??o global no ciberespa?o e realizar esfor?os pela constru??o de uma comunidade com um futuro compartilhado no ciberespa?o, afirmou o presidente chinês.

    A China promoverá ainda a coopera??o aberta no domínio da internet, enriquecendo as suas conota??es e aumentando o nível de abertura, afirmou Huang Kunming, membro do Bir? Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh) e Chefe do Departamento de Comunica??o do Comitê Central do PCCh, no discurso inaugural da cerim?nia de abertura da conferência.

    “A China tratará as empresas nacionais e estrangeiras em pé de igualdade, acolherá e incentivará todos os tipos de empresas a competir de forma justa e proteger plenamente os seus direitos e interesses”, afirmou Huang.

    Ele também apontou para a necessidade de um novo impulso para promover o crescimento econ?mico, habilitar o ciberespa?o a ganhar mais apoio à seguran?a, encontrar consensos sobre governan?a e transformar o ciberespa?o em uma esfera inovadora e dinamica que serve como uma interse??o para as civiliza??es.

    A internet chinesa é inovadora e orientada para o servi?o, disse Denis Depoux, diretor de consultoria global Roland Berger na China.

    "Presidente Xi está destacando a próxima onda de integra??o da internet com a economia real: a internet industrial", exaltou Depoux sobre o discurso. “Associados à necessidade da quarta revolu??o industrial na China, podemos esperar outra rodada de inova??o única."

    Num momento crucial em que a governan?a ciberespacial mundial está enfrentando transi??o e ajustes, a China está contribuindo para novas solu??es e trazendo sabedoria chinesa para o mundo através de canais como a conferência em Wuzhen, disse Shen Yi, diretor do Centro de Pesquisa de Governa??o Cyberespacial na Universidade de Fudan.

    “A carta de congratula??o do presidente Xi incorpora o núcleo das solu??es da China – para servir ao povo e garantir o desenvolvimento dos servi?os de internet”, afirmou Shen.

    Como o país que ostenta a maioria dos usuários da Internet, a China n?o é apenas um forte defensor da coopera??o internacional, mas está também na fronteira global das tecnologias da internet, disse Liu Zhenming, subsecretário-geral para assuntos econ?micos e sociais das Na??es Unidas.

    Ele enfatizou que a conferência em Wuzhen e fóruns relacionados podem desempenhar "papéis complementares" como plataformas para discuss?o sobre a abertura e coopera??o, e como "camas de teste" para novas op??es políticas para distinguir "o bem e o mal" da internet.

    0 comentários

    • Usuário:
    • Comentar:
    怎样在手机上买彩票